FalaTV

Vídeo: Como é a vida no abrigo de refugiados do RN

O local tem água fétida empossada, sujeira, banheiros quebrados, cheiro ruim, ratos, moscas. A forma de distribuição de água precisa melhorar. Há redes armadas, colchonetes e colchões jogados ao chão.

COVID-19 NO BRASIL

35252 4,595,335 TOTAL
809 138,159 (3.0%) MORTES
58428 3,945,627 (85.9%) RECUPERADOS
23 Sep 2020, 1:01 AM (GMT)

Milhares de venezuelanos fogem todos os dias de seu país em busca de melhores condições de vida. O governo do presidente, Nicolás Maduro provocou uma crise econômica, política e humanitária devastadora.

No Rio Grande do Norte, ainda é comum refugiados circulando pelas ruas pedindo comida e dinheiro para sobreviver.

O governo estadual e a prefeitura do Natal, dividem responsabilidades em um abrigo provisório onde os refugiados são acolhidos.

Sem muita estrutura o abrigo provisório e improvisado, parece apenas um depósito de seres humanos. O local tem água fétida empossada, sujeira, banheiros quebrados, cheiro ruim, ratos, moscas. A forma de distribuição de água precisa melhorar. Há redes armadas, colchonetes e colchões jogados ao chão.

VEJA O VÍDEO:

O OUTRO LADO – De acordo com Secretaria Municipal de Trabalho e Assistência Social, a proposta é oferecer: alojamento completo em dormitórios separados entre alas femininas e masculinas, com alimentação, material de higiene pessoal, roupas e acompanhamento de assistentes sociais.

Município diz que cedeu “mobiliário e equipamentos, fornecer alimentação e material de higiene pessoal para cada morador. Além disso, a Secretaria fará o cadastramento no CADÚnico e acompanhamento socioassistencial.”

Diz a prefeitura que “as famílias terão autonomia e o suporte necessário para buscar o sustento delas.” Será oferecido assistente sociais e acompanhamento para os refugiados.

De acordo com o governo, o RN tem 225 refugiados e migrantes em situação de vulnerabilidade social, estando 97 deles, em sua maioria venezuelanos indígenas de etnia Warao, em Natal e Parnamirim.

Dados disponibilizados pela Plataforma de Coordenação para Refugiados e Migrantes da Venezuela e pela Organização Internacional de Migrantes (OIM) afirmam que, até novembro de 2019, o número de migrantes venezuelanos no Brasil chegou a 253 mil, dos quais 129 mil solicitaram refúgio.

FalaTV é apoiado pelo Google Iniciativa de Notícias por meio do Fundo de Auxílio Emergencial ao Jornalismo.

COVID-19 NO BRASIL

35252 4,595,335 TOTAL
809 138,159 (3.0%) MORTES
58428 3,945,627 (85.9%) RECUPERADOS
23 Sep 2020, 1:01 AM (GMT)

Fale conosco

redacao@falatv.com.br

Instagram

Instagram has returned empty data. Please authorize your Instagram account in the plugin settings .

We would like to keep you updated with special notifications.