FalaTV

Após dizer que pico da pandemia estava chegando, governadora do RN flexibiliza isolamento

Em agosto deste ano, segundo semestre, o governo pretende divulgar um plano para retomar atividades escolares estadual

COVID-19 NO BRASIL

N/A 4,627,780 TOTAL
N/A 139,065 (3.0%) MORTES
N/A 3,992,886 (86.3%) RECUPERADOS
24 Sep 2020, 5:14 AM (GMT)

No dia 24 de junho, uma quarta-feira, a governadora do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra (PT), foi enfática ao afirmar que o pior momento da pandemia da covid-19, estava se aproximando.

“Estamos chegando ao pico da pandemia e precisamos conter a propagação”, disse.

A própria governadora revelava seu medo de flexibilizar o isolamento social e experimentar aumento dos casos de coronavírus e mais mortes.

“No Brasil e no mundo, vários estados e cidades que fizeram abertura tiveram que recuar e retomar as medidas restritivas”, disse Fátima Bezerra.

Naquele dia houve um pico de mortes de pacientes da covid-19.

Em 24 horas, foram 64 óbitos, elevando o total do Estado para 814 mortes.

Anuncie no FalaTV

Além disso, o Estado confirmou 1.769 casos, elevando o total para 21.844. Havia 99 óbitos em investigação.

A taxa de ocupação de leitos era de 100% na região Oeste, 83,3% Pau dos Ferros, 95,4% na Grande Natal, 96% no Seridó e 100% em Guamaré.

Apoie jornalismo independente

Ao mesmo tempo a governadora na sua rede social, dizia que não iria adotar medidas precipitadas e que a opinião de cientistas seria prioridade.

“A retomada gradual das atividades econômicas será com base na ciência e está vinculada ao andamento da pandemia. Nossa perspectiva é positiva, pois o pico chegou, o que aponta para uma queda na transmissibilidade.”

No mês de junho foram registradas 689 mortes, 69% do total de óbitos desde o começo da pandemia. Em mais de três meses, 235 pessoas morreram no Rio Grande do Norte enquanto aguardavam um leito para tratamento da Covid-19.

Mas em uma semana as ideias da governadora mudaram completamente. E ela decidiu quebrar de maneira gradual o isolamento social.

Sete dias apos essas declarações, a governadora autorizou sua equipe divulgar um plano de retomada gradual das atividades econômicas, previsto para iniciar do dia 1 de junho.

O anúncio foi feito no dia que o Estado atingiu quase mil mortes, chegou a registrar 994 vítimas fatais.

Ou seja, 180 mortes a menos do que registrado no dia 24 de junho, quando a governadora disse que não iria flexibilizar sem orientação do Comité Científico potiguar.

Foi com base nessa redução que o Estado decidiu flexibilizar o isolamento.

Mas segundo o diretor-geral da Organização Mundial de Saúde, Tedros Adhanom, o pior da pandemia ainda está por vir.

“Lamento muito dizer algo assim, mas o pior está por vir. Mas com este tipo de ambiente [político] e condições, nós tememos o pior. Ainda que muitos países tenham feito progressos, globalmente a pandemia está acelerando. O desafio para os países é descobrir como conviver com este vírus. Precisamos de unidade nacional. União entre partidos, entre diferentes ideologias, diferentes crenças, diferentes raças. Entre qualquer coisa que possa nos dividir, porque o vírus explora estas divisões. Uma única vida é importante, independente dela ser de alguém de esquerda, direita ou centro. Por isso pedimos desde o início: coloquem a política em quarentena para falar de covid-19″, disse Tedros.

Segundo o governo, o Plano de retomada gradual é composto por três fases e terá início na quarta-feira (1º) com previsão de duração de 35 dias.

Cada fase de abertura tem frações com blocos de atividades que serão liberadas progressivamente.

O objetivo é que sejam autorizadas inicialmente aquelas que se encontram em situação econômica mais crítica, com maior capacidade de controle de protocolos e que gerem pouca aglomeração.

“Liberação de atividades ocorrerá de forma técnica e responsável, observado o protocolo geral com os critérios de avaliação definidos pelas autoridades de saúde e que, se verificada tendência de crescimento dos indicadores após a liberação das atividades, poderão ser adotados, a qualquer tempo, se necessário, o restabelecimento ou o adiamento das fases, bem como o recrudescimento das medidas”, disse o governo.

O início das atividades escolares na rede estadual de ensino é previsto para agosto, quando o governo deverá divulgar novas regras e orientações aos pais, educadores para evitar contágio entre crianças e adultos.

O plano de reabertura das atividades econômicas estréia um dia depois que o potiguares lamentam a crescente de mortes, atingindo 1 mil vítimas, nesta terça-feira, 30.

Na disputa eleitoral para governo, se Fátima Bezerra pensa em reeleição, será cobrada e responsabilizada pelos seus adversários por ter supostamente matado quase 300 pessoas que ficaram sem leitos para covid-19. A oposição fará muitas cobranças e lhe responsabilizará por tudo que não deu certo durante a pandemia, inclusive ausência do prometido e milionário hospital de campanha.

PLANO DE RETOMADA DAS ATIVIDADES ECONÔMICAS DO RIO GRANDE DO NORTE:

FASE 1 (1º a 14/07):

– PRIMEIRA FRAÇÃO (01/07):

SERVIÇOS:

Atividades de informação, comunicação, agências de publicidade, designs e afins;

Salão de beleza, barbearias, e afins;

LOJAS (Lojas até 300m2 e com “Porta para Rua”):

Papelarias, Bancas de Revistas, e Livrarias;

Lojas de produtos de climatização;

Lojas de bicicletas e acessórios;

Lojas de vestuários;

Armarinhos.

– SEGUNDA FRAÇÃO (08/07):

LOJAS (Lojas até 600m2 e com “Porta para Rua”):

Lojas de móveis, eletrodomésticos e colchões;

Lojas de departamento e magazines (que não funcionem em Shoppings ou Centros Comerciais);

Agências de Turismo;

Calçados;

Lojas de brinquedos, artigos esportivos e de caça e pesca;

Instrumentos musicais e acessórios; equipamentos de áudio e vídeo e Lojas de eletrônicos/informática e equipamentos de telefonia e comunicação;

Joalherias, relojoarias, bijuterias e artesanatos;

Lojas de cosméticos e perfumaria.

SERVIÇOS:

Alimentação I (Restaurantes; Lanchonetes; Food-Parks)

Até 300m2

4 pessoas por mesa

2m mesa a mesa/ 1m entre pessoas

Proibido de venda e consumo de bebida alcoólica no estabelecimento.

FASE 2 (15 a 28/07):

– PRIMEIRA FRAÇÃO (15/07):

Academias abertas (sem uso de ar condicionado).

– SEGUNDA FRAÇÃO (22/07):

Centros comerciais e galerias (sem ar condicionado).

FASE 3 (29/07 a 11/08):

– PRIMEIRA FRAÇÃO (29/07):

Alimentação II (Bares e restaurantes (maiores que 300m²)).

Segunda fração (05/08):

Academias em funcionamento com uso de ar condicionado;

Shoppings Centers (com ar condicionado).

Confira a portaria completa no link Aqui

COVID-19 NO BRASIL

N/A 4,627,780 TOTAL
N/A 139,065 (3.0%) MORTES
N/A 3,992,886 (86.3%) RECUPERADOS
24 Sep 2020, 5:14 AM (GMT)

Fale conosco

redacao@falatv.com.br

Instagram

Instagram has returned empty data. Please authorize your Instagram account in the plugin settings .

We would like to keep you updated with special notifications.